Prefeitura de Esperança não paga progressões aos servidores da Educação

18 fevereiro de 2014Um comentárioArquivado em: Notícias

Esperança 008Os servidores da Secretaria de Educação da Prefeitura de Esperança estão sofrendo com a má gestão municipal. Além dos problemas com a formação e administração do Conselho de Educação das escolas, que tem apresentado problemas nas atividades do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), praticamente todos os servidores estão com suas progressões salariais atrasadas.

A direção do Sintab (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema) tem sido procurada constantemente pelos servidores daquela prefeitura, que estão se queixando do caos que a administração tem implantado no município. De acordo com o presidente do Sintab, Napoleão Maracajá, diariamente chegam dezenas de denúncias que reafirmam os problemas que os trabalhadores estão enfrentando.

“É preciso que a Prefeitura de Esperança resolva essas questões. Já foi constatado que a formação do Conselho de Educação não está funcionando como devia, e está principalmente negligenciando o que o Fundeb oferece aos professores. As progressões estão todas atrasadas, e devido a isso os servidores já confirmaram que irão aderir à greve nacional proposta pelo sindicato dos trabalhadores da Educação”, explicou Napoleão se referindo à paralisação nos próximos dias 17, 18 e 19 de março.

Comments (1)

jailson alves de araujo21 fevereiro/2014 at 20:56

Esse só são alguns dos desmandos e desrespeitos, para com os professores do nosso município, pois estamos sendo vitimas de perseguições politicas, transferências abusivas, autoritarismo e o que é pior, a nossa representação SINDICAL LOCAL, não está dando a minima para tudo isso que vem acontecendo neste município, está totalmente submissa com a gestão, fazendo vista grossa e os nossos direitos estão sendo lesados, onde não temos o direito de falar absolutamente nada, ou seja, Esperança está vivendo a época da ditadura, do tempo de “manda quem pode obedece quem tem juízo”! Diante disso venho pedir encarecidamente que o setor jurídico desse sindicato possa tomar as devidas providencias, nos ajudo por favor!!!

Deixar um comentário

Você precisa se logar para postar um comentário

Outras Notícias: